terça-feira, 6 de outubro de 2020

“Eu me sinto revigorado”, diz Anísio após decisão favorável; em rebate Antônio Barbosa afirma: “Não existe plano B”

 

Apesar da decisão do juiz da 64ª Zona Eleitoral, Fábio Leandro de Alencar Cunha, que deferiu o registro de candidatura de Anísio Maia (PT) para prefeito de João Pessoa e determinou a retirada do nome de Antônio Barbosa (PT) da chapa encabeçada por Ricardo Coutinho (PSB). A que tudo indica os ânimos dos petistas tanto nacional como municipal ainda continuam exaltados. Ontem (06), a pós a decisão Anísio disse: “Nós tínhamos a convicção que isso ia prevalecer”, o que fora rebatido pelo candidato a vice-prefeito de João Pessoa, Antônio Barbosa (PT), na chapa de RC: “A deliberação nacional é irrevogável”, disse.

Portanto, está travado o cenário de guerra interna no PT. “Primeiro nós tínhamos a convicção que isso ia prevalecer. Fizemos tudo dentro da lei. Eu me sinto revigorado. Agora é unir o campo progressista contra o adversário principal, que é o bolsonarismo e a direita que quer tomar João Pessoa”, comentou Anísio Maia em entrevista, após a decisão favorável a sua postulação.

Em rebate, Antônio Barbosa (PT), ao analisar a decisão judicial que determinou a retirada do seu nome da chapa do PSB. Garantiu que continuará fazendo campanha. “A deliberação nacional é irrevogável. Não existe plano B, só existe o plano A, de continuar fazendo esse enfrentamento”.

Jackson Macedo criticou a postura do diretório municipal do partido, por ter judicializado a questão. “O PT não é um tribunal, é um partido político. E as decisões da Executiva Nacional precisam ser seguidas e respeitadas. Essa foi decisão política nacional [aliar-se ao PSB]”, comentou.

Fonte: Redação PB Agora

Matéria retirada do portal PB Agora

Postado por Juarez Neto


Nenhum comentário:
Write Comments

Full-Width Version

false
Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter