terça-feira, 21 de julho de 2020

Prefeito de JP lamenta morte de Pinto do Acordeon: ‘História jamais será apagada’



Foto: Secom JP
O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, lamentou, na manhã desta terça-feira (21), o falecimento de Pinto do Acordeon. Cantor, compositor e ex-vereador, ele deixa um legado na cultura nordestina e na história da música popular popular. Ele foi companheiro de Luciano Cartaxo na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) e foi o grande homenageado da edicão de 2014 do São João Pra Valer, realizado pela atual gestão da Prefeitura de João Pessoa.
“Foi com muito pesar que recebi a notícia do falecimento de Pinto do Acordeon. A Paraíba perde um de seus maiores nomes, uma referência em cultura nordestina e na nossa música. Ele era um artista nato, dono de um talento como poucos. Tive a oportunidade de ser seu companheiro na Câmara Municipal e muito me orgulhou poder homenageá-lo no nosso São João. Que Deus o receba de braços abertos e que sua família, amigos, fãs e admiradores tenham a força para superar o momento. Pinto do Acorden se vai, mais deixa uma história que jamais será apagada de nossas lembranças”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.
Pinto do Acordeon morreu na madrugada desta terça-feira (21), em São Paulo, onde lutava contra um câncer na bexiga. Dono de uma trajetória artistica de sucesso e de absoluta importância para a cultura do nosso Estado, sua carreira o levou ao patamar de um dos maiores ícones do forró nordestino.
Pinto do Acordeon era natural de Conceição, no Vale do Piancó. Em 1976 gravou o primeiro LP, deixando o legado de 20 álbuns gravados, já tendo composto músicas para Elba Ramalho, Genival Lacerda, Dominguinhos, Fagner, Os 3 do Nordeste e Trio Nordestino. Também exerceu o mandato de vereador pela cidade João Pessoa entre os anos de 1993 e 1997.

Secom JP

Nenhum comentário:
Write Comments

Full-Width Version

false
Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter