terça-feira, 28 de julho de 2020

''O Nordeste seco perde, com o falecimento de Manelito, a sua voz'', lamenta Cássio Cunha Lima

Manelito Dantas Vilar morreu nesta terça-feira (28), aos 83 anos (Foto: Reprodução)

''Com ele aprendi muito sobre a vida, sobre as pessoas, mas, principalmente sobre o semiárido'', disse Cássio Cunha Lima sobre Manelito Dantas, que morreu na manhã desta terça-feira (28), em Campina Grande.

''O Nordeste seco perde, com o falecimento de Manelito, a sua voz, mas este Nordeste não ficará órfão porque ele preparou com muito cuidado as filhas e filhos para continuar semeando'', completou Cássio, repetindo o ensinamento de Manelito de que não se combate a seca, se convive com ela.

De acordo com o político paraibano, a Fazenda Carnaúba é um exemplo, uma família de ''nordestinos verdadeiros'' que dão exemplo ao Brasil e ao mundo.  

''Tenho certeza que o exemplo dele será transmitido de geração para geração por tudo que ele representa para o semiárido e por tudo que ele fez pelo Nordeste seco'', comentou lembrando que teve o privilégio de conviver com Manelito Dantas por muitos anos.


CLICKPB

Nenhum comentário:
Write Comments

Full-Width Version

false
Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter