terça-feira, 9 de junho de 2020

Ativista pede prisão de Neymar e os 'parças' por crime de homofobia após áudio vazado

O áudio de Neymar, 28, falando sobre seu padrasto, Tiago Ramos, 23, com seus amigos, está sendo denunciado no Ministério Público de São Paulo. (Foto: Reprodução)
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O áudio de Neymar, 28, falando sobre seu padrasto, Tiago Ramos, 23, com seus amigos, está sendo denunciado no Ministério Público de São Paulo. Na gravação, vazada por Leo Dias do Metrópole na última sexta (6), o jogador xinga o modelo e fala sobre uma suposta briga com sua mãe, Nadine Gonçalves.
O Ministério Público de São Paulo confirmou nesta terça (9) que recebeu a representação de autoria do ativista LGBTQ+ Agripino Magalhães com a consultoria do advogado Angelo Carbone. Ele pede a prisão preventiva de Neymar e os 'parças' por crime de homofobia e formação de quadrilha.
Neymar usou o termo "viadinho" para falar sobre o modelo e atual namorado da sua mãe. Já os seus amigos, que não tiveram a identidade divulgada, ofereceram ajuda caso o craque do PSG quisesse se vingar de Tiago Ramos. "Vamos matar, enfiar um cabo de vassoura no c* dele", fala um deles.
Agripino Magalhães pede a apreensão da gravação e a quebra de sigilo de todos os envolvidos na conversa vazada com "falas homofóbicas e ainda visa penalizar com agressões físicas, sodomia e empalhamento de uma criatura humana."
Sobre a indenização, de acordo com a coluna de Fábia Oliveira do jornal O Dia, o ativista pede R$ 2 milhões que serão destinados a uma ONG LGBTQ+.
Procurada pelo F5, a assessoria do Neymar afirmou que não irá se posicionar.
BRIGA DO CASAL Tiago Ramos, 23, e a mãe do jogador Neymar, Nadine Gonçalves, compareceram à delegacia de polícia em Santos, no litoral paulista, para prestar depoimento sobre o suposto acidente doméstico envolvendo o modelo e mãe do atacante do PSG no último dia 2 de junho.
A SSP (Secretaria de Segurança Pública) informou que os dois prestaram depoimento na sexta passada (5) e que o caso foi registrado no 3°DP de Santos. Disse ainda que a Polícia Civil iniciou as investigações para apurar o caso. "O caso é investigado em inquérito policial instaurado pelo 3°DP de Santos. As partes já foram ouvidas. A equipe ouvirá testemunhas e aguarda o resultado dos laudos solicitados."
A assessoria de Neymar informou ao F5, por meio de nota, que Ramos e Nadine foram juntos até a delegacia e prestaram depoimento à delegada Edna Pacheco. "[Eles] esclareceram que não houve qualquer agressão, apenas um acidente doméstico que machucou bastante o braço do Tiago, que segue em recuperação. Os dois estão bem e seguem suas rotinas de isolamento social."
No dia 2 de junho, Tiago Ramos foi levado para um hospital após se envolver em um acidente doméstico no apartamento de Nadine, que mora em um condomínio de alta padrão na cidade de Santos. O acidente teria ocorrido por volta das 20h15 e, na sequência, uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionada.
Ramos foi encaminhado para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Central e, depois, para a Santa Casa de Santos devido à gravidade dos ferimentos. O modelo levou 12 pontos no braço direito, na altura do cotovelo e recebeu alto no dia 3 de junho. Na ocasião, a assessoria de imprensa de Neymar informou que Tiago Ramos e Nadine Gonçalves estavam bem e que havia apenas acontecido um acidente doméstico.

Nenhum comentário:
Write Comments

Full-Width Version

false
Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter