sexta-feira, 13 de março de 2020

Santa Cruz vence Botafogo-PB e time paraibano não consegue classificação antecipada na Copa do Nordeste

Os primeiros 15 minutos de Santa Cruz e Botafogo-PB deram a clara impressão de marasmo. (Foto: Reprodução)
Desfalcado e com um jogador a menos desde os 21 minutos da primeira etapa, o Santa Cruz mostrou raça na noite desta quinta-feira. Contando com o faro de gol de Pipico e dois gols de contra-ataque no final (com Jeremias), o Tricolor venceu o Botafogo-PB por 3 a 0 e se recuperou na Copa do Nordeste. A vitória, no entanto, passou longe de ser conquistada com facilidade. Sem Didira, expulso, os donos da casa pareciam se multiplicar em campo para marcar os atletas do Belo, que mesmo com Léo Moura em campo não conseguiram evitar a derrota.
Primeiro tempo
Os primeiros 15 minutos de Santa Cruz e Botafogo-PB deram a clara impressão de marasmo. Esquecendo a criatividade nos vestiários, as duas equipes pouco criaram e praticamente não chegaram ao gol adversário. Mas aos 18 minutos, o árbitro Léo Simão Holanda viu pênalti de Christiano em Pipico, que converteu a cobrança e incendiou a partida.
A vantagem coral, no entanto, parece não ter acalmado os ânimos do time. Logo aos 21 minutos, Didira entra pesado em Christiano e recebe vermelho. O cartão revoltou os tricolores que passaram a reclamar ainda mais da arbitragem, ao ponto de Itamar Schulle ser expulso, após chutar uma garrafa de água. Em se tratando de campo e bola, o Botafogo-PB até teve mais posse, mas pouco criou até o fim do primeiro tempo.
Segundo tempo
Com um jogador a menos, o Santa Cruz resolveu truncar a partida na segunda etapa. Nos primeiros minutos, o Botafogo-PB até deu sinais de que conseguiria criar mais problemas, mas aos poucos, a equipe paraibana foi perdendo o controle e errando muitos passes no meio de campo. Pelo lado coral, Pipico deu lugar para o volante Bileu e Jeremias entrou na vaga de Patrick Nonato, numa clara demonstração de que a ideia era se fechar. 
Enquanto isso, o Belo tirou os volantes Juninho e Wellington para as entradas dos atacantes Pimentinha e Dico. Mudanças que, na prática, não surtiram o esperado. Melhor para o Santa Cruz, que aproveitou dois contra-ataques no finalzinho para marcar mais dois gols (ambos com Jeremias) e sacramentar a vitória.
Cabeça quente
O técnico Itamar Schulle não conseguiu controlar os nervos após a expulsão de Didira. Irritado, seguiu reclamando da arbitragem até ser expulso de campo. 
Cadê ele?
Querido pela torcida do Santa Cruz e principal nome do Botafogo-PB, Léo Moura pouco fez na partida desta quinta-feira. O jogador apareceu mesmo antes da bola rolar, quando alguns torcedores do Tricolor gritaram para que ele voltasse para o Arruda. Com a bola no pé, ele pouco fez 
Sempre ele... Artilheiro do time, Pipico voltou após quase duas semanas se recuperando de uma lesão na coxa e não decepcionou. Pênalti sofrido e gol.
Vez ou outra o prata da casa Jeremias é criticado pela torcida do Santa Cruz. Mas nesta noite ele foi decisivo. Em dois contra-ataques mortais, finalizou bem para garantir a vitória coral. E se emocionou.
Como fica?
Mesmo com a derrota, o Belo segue liderando o Grupo A, com 12 pontos, e depende só de si para avançar na Copa do Noreste. Caso o Sport perca para o Ceará, neste domingo, o Botafogo-PB se classificará mesmo que perca a última rodada. O resultado fez o Santa Cruz pular para o terceiro posto do Grupo B. Mas aguarda os jogos de Ceará e Vitória para saber se segue na zona de classificação. 
O que vem pela frente?
Na próxima rodada, o Santa Cruz vai até o Piauí, onde encara o Ríver, no dia 21 de março. Na mesma data, o Botafogo-PB recebe o Vitória.


CLICKPB

Nenhum comentário:
Write Comments

Full-Width Version

false
Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter