domingo, 23 de fevereiro de 2020

Após morte de estudante e assaltados, UFPB promete dobrar monitoramento

Frente da UFPB Foto: reprodução
Em nota enviada à imprensa nesta sexta-feira (21), a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) afirmou que irá ampliar em 200% a quantidade de câmeras de monitoramento no campus I, em João Pessoa.
De acordo com a instituição, serão instaladas, a partir do final do mês de março, mais 98 filmadoras. Elas se somarão às 49 que já estão em funcionamento e interligadas a uma central de monitoramento.
O anúncio acontece após vários casos serem relatados no Campus I, em João Pessoa, entre eles um assalto a um vigilante, que teve uma arma roubada e um homem que foi presos tentando roubar uma bicicleta.
Outro caso de violência envolvendo a UFPB foi o assassinato do estudante de filosofia da UFPB, Clayton Tomaz de Sousa, de 31 anos. Em vídeos gravados, a vítima afirmava que estava sofrendo ameaças de seguranças do local.

PARAIBA.COM.BR com assessoria

Nenhum comentário:
Write Comments

Full-Width Version

false
Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter