terça-feira, 17 de dezembro de 2019

Coriolano colhia propinas para Ricardo, aponta Gaeco

Coriolano Coutinho defende retorno de Nonato Bandeira ao grupo do governador
De acordo com o Ministério Público da Paraíba, o irmão do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), Coriolano Coutinho, é um dos principais responsáveis pela coleta de propinas destinadas ao ex-governador, além circular nas estruturas do Governo para “advogar interesses da organização criminosa junto aos integrantes do alto escalão”.
Cori, como é conhecido, teve sua prisão preventiva decretada nesta terça-feira (17) no âmbito na sétima fase da Operação Calvário, a “Juízo Final”.
“Coriolano tem um protagonismo inequívoco dentro da dinâmica da organização criminosa, sendo destaco por seu irmão e chefe da ORCRIM, Ricardo Coutinho, para resolução de questões de variadas natureza, inclusive pessoais, sendo responsável por administrar a rede de interpostas pessoas da família Coutinho”.
De acordo com as investigações, Coriolano, atendendo um pedido de Ricardo, Daniel Gomes da Silva de posse de R$ 1,5 milhão destinado a um pagamento de propina referentes à aquisição de materiais e equipamentos para o Hospital Metropolitano de Santa Rita. Segundo o MP, Ricardo teria informado que a propina não deveria ser entregue a Livânia Farias, mas ao seu irmão, Coriolano Coutinho.
Ao pedir a prisão de Coriolano, o MP informou que “existe o risco do investigado interferir nas investigações, mediado contato ou ameaça  a pessoas, testemunhas e investigados, inclusive ocultando ou fazendo elementos de provas importante à elucidação dos fatos investigados na Operação Calvário”.
MaisPB

Nenhum comentário:
Write Comments

Full-Width Version

false
Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter