domingo, 24 de novembro de 2019

Tucano critica politização em PEC da 2ª instância

Ex-senador e governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima
O ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) criticou a politização em torno das Propostas de Emenda à Constituição (PECs) que tentam garantir a prisão de condenados em segunda instância.
Como senador, o tucano foi autor de uma das primeiras propostas apresentadas no Congresso, em março do ano passado.
Cunha Lima ressalta que não fez “pensando neste ou naquele caso”, considerando a situação do ex-presidente Lula (PT).
“Quando apresentei a proposta nem sequer cogitava que o presidente Lula poderia ser preso. Fiz na época acreditando que é um sistema melhor para o judiciário brasileiro. Não vejo razão para estar politizando este tema”, afirmou.
Na última quarta-feira (20), uma das PECs que permite prisão após condenação em segunda instância foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, apesar de tentativas de obstrução da oposição e da falta de articulação do governo.
A proposta, de autoria do deputado federal Alex Manente (Cidadania-SP), foi aprovada por 50 votos a favor e 12 contrários, de um total de 62 deputados que votaram —a comissão tem 66 titulares.
MaisPB

Nenhum comentário:
Write Comments

Full-Width Version

false
Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter