sexta-feira, 6 de setembro de 2019

Ricardo entra com representação no MPF para reativação imediata do bombeamento das águas do Rio São Francisco

 
No último domingo, durante discurso no ato ‘SOS Transposição’, Ricardo já havia citado sobre a representação contra o presidente Jair Bolsonaro (PSL), que suspendeu há quase seis meses o abastecimento do eixo Leste, em Monteiro, no Cariri. (Foto: Reprodução) 

O ex-governador e presidente da Fundação João Mangabeira, Ricardo Coutinho, o deputado federal Gervásio Maia (PSB), as deputadas Estela Bezerra, Cida Ramos, o vereador de Campina Grande, Anderson Maia, a prefeita do Conde, Márcia Lucena e o vice-prefeito da cidade de Sumé, Deocleciano Barbosa, estiveram na sede da Procuradoria da República na Paraíba, nesta sexta-feira (6), para entregar ao procurador-chefe, Marcos Alexandre Bezerra de Queiroga, ação civil pública pedindo providências para a retomada urgente do bombeamento das águas do canal do eixo-leste da transposição do Rio São Francisco.

Na Paraíba, 35 cidades dependem das águas da transposição, totalizando mais de um milhão de pessoas que se encontram atualmente prejudicadas. Entre elas está Campina Grande, a segunda maior do Estado.

No último domingo, durante discurso no ato ‘SOS Transposição’, Ricardo já havia citado sobre a representação contra o presidente Jair Bolsonaro (PSL), que suspendeu há quase seis meses o abastecimento do eixo Leste, em Monteiro, no Cariri. 

“É preciso fazer imediatamente isso, porque o município de Monteiro já está em racionamento e todos os açudes da região como Sumé, Congo e Poções estão no volume morto. É preciso que essa água volte a chegar na Paraíba para que a gente retire o fantasma do racionamento e a população volte a ter água em sua porta”, enfatizou Ricardo durante o evento em Monteiro.

O procurador-chefe, Marcos Alexandre Bezerra de Queiroga, destacou a importância da iniciativa da comitiva e explicou que o documento será submetido ao grupo de trabalho do MPF na Paraíba. “A principal vítima da má execução e do abandono da obra é a esperança do povo. Uma coisa que foi dada e depois tirada. Vamos dar encaminhamento para análise do grupo de trabalho do MPF, para que sejam realizadas as providências”, afirmou.

Fonte: Redação ClickPB
Matéria retirada do portal ClickPB
Postado por Juarez Neto

Nenhum comentário:
Write Comments

Full-Width Version

false
Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter