Polícias desmontam laboratório para refino de drogas que movimentava R$ 2 milhões mensais



Os policiais encontraram R$ 200 mil em entorpecentes, dezenas de munições de arma de fogo e duas mil plantas de maconha (Foto: Divulgação/Polícia Civil PB)

As Polícias Civil e Militar descobriram um laboratório clandestino usado para o refino de drogas e prendeu duas pessoas. A ação aconteceu na manhã desta sexta-feira (2), no município de Manaíra, no interior da Paraíba. Os policiais encontraram R$ 200 mil em entorpecentes, dezenas de munições de arma de fogo e duas mil plantas de maconha.
Os presos foram identificados como Everson Antônio Barbosa, de 28 anos, e Carlos Daniel de Sousa Queiroz, de 20 anos.
O caso aconteceu numa localidade conhecida como 'Poço dos Cachorros'. Segundo o delegado da Policia Civil, Cristiano Jaques, titular da Delegacia Seccional de Catolé do Rocha, os presos são investigados por participar de uma organização criminosa voltada ao tráfico de drogas.

O delegado acrescentou que, no laboratório clandestino, havia diversos equipamentos e acessórios para a produção de cocaína, maconha e crack. Segundo investigações da polícia, os criminosos movimentavam cerca de R$ 2 milhões por mês com o material ilícito produzido no local.
"Após investigações e um trabalho conjunto , as Polícias Civil e Militar conseguiram chegar a esse local considerado um verdadeiro laboratório para regino de drogas. Prendemos dois suspeitos de integrar essa organização criminosa , mas as investigações irão continuar para identificarmos os demais envolvidos nesse crime", declarou Cristiano Jaques.

Fonte: ClickPB
Postado por Anne Maracajá