sexta-feira, 30 de agosto de 2019

No ritmo: Seleção feminina goleia Argentina por 5 x 0 na estreia da nova treinadora

O Brasil goleou a Argentina por 5 a 0, nesta quinta-feira (29), no Pacaembu, pelo Torneio Uber Internacional, jogo que marcou a estreia da treinadora Pia Sundhage no comando da equipe. E a primeira impressão não poderia ser melhor, com boas participações individuais e atuação coletiva consistente. Dessa forma, a Seleção garante vaga na final da competição, diante do Chile, no próximo domingo, às 13h.
Depois de um primeiro tempo avassalador, com um ritmo de jogo alucinante, as brasileiras conseguiram abrir uma vantagem de 3 a 0, que poderia ter sido bem mais elástica pelas chances criadas. Na segunda etapa, confortável no duelo, o Brasil diminuiu a intensidade, promoveu trocas, mas ainda assim marcou mais duas vezes.

Brasil goleia Argentina no futebol feminino.
Brasil goleia Argentina no futebol feminino.Foto: Leco Viana / The News 2 / Estadão
Pressão brasileira
Com um começo de jogo em alta intensidade, como Pia Sundhage vem pedindo nos treinamentos, a Seleção Brasileira partiu para cima das argentinas e criou algumas chances nos primeiros 15 minutos de jogo, especialmente pelo lado esquerdo, com Ludimila e Tamires.
Aberto o placar
O gol, no entanto, foi sair apenas aos 18 minutos, quando Bia Zaneratto fez uma grande jogada pelo lado esquerdo e cruzou para a entrada da área, onde estava Ludmila, que dominou, ajeitou e guardou na rede. Em seguida, sem dar muitas chances para as adversárias, as brasileiras ainda acertaram uma bola na trave, com Érika.
Porteira aberta
Pelo amplo domínio da Seleção, era questão de tempo ampliar o marcador, sempre com jogadas promissoras pelo lado esquerdo. Foi assim que, aos 34 minutos, em uma bola parada, Andressa Alves cruzou e Formiga desviou de cabeça para marcar o segundo. Um minuto depois, novamente em um cruzamento pela esquerda, agora com Tamires, a bola chegou limpa para Debinha anotar o terceiro.
Que atropelo!
Nos minutos seguintes, antes do intervalo, o Brasil ainda chegou três vezes com perigo, as três com Bia Zaneratto, em noite inspiradíssima. Primeiro ela fez jogada individual pela esquerda e cruzou para Debinha, que não conseguiu finalizar. Depois, Bia recebeu de Ludimila dentro da área e tentou um leve desvio, mas a goleira argentina evitou o gol.

Pia Sundhage, treinadora da seleção brasileira feminina de futebol.
Pia Sundhage, treinadora da seleção brasileira feminina de futebol.Foto: Joca Duarte / Photo Press / Estadão

Fonte: Terra
Matéria retirada do portal Paraiba.com.br
Postado por Anne Maracajá

Nenhum comentário:
Write Comments

Full-Width Version

false
Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter