Caixa anuncia redução de até 40% nas taxas de juros de parte das linhas de crédito



Caixa Econômica Federal anunciou nesta quarta-feira (31) que vai reduzir suas taxas de juros para algumas linhas de crédito, entre as quais cheque especial, capital de giro e empréstimos pessoais.
Para o cheque especial, o banco público afirma que haverá um corte de até 40% nos juros, válido para clientes que contratarem um pacote de serviços.
Neste caso, a taxa partirá de 8,99% ao mês, tanto para clientes pessoa física quanto pessoa jurídica. Essa nova modalidade estará disponível a partir de 19 de agosto.
A Caixa informou que, no caso da contratação individual do cheque especial, a taxa passa a ser de até 9,99% ao mês. Segundo o banco, essa taxa representa uma redução de 26% sobre os percentuais praticados atualmente.
Ainda de acordo com a instituição financeira, as taxas para cheque especial eram de até 13,45% ao mês, no caso de pessoa física, e de até 14,95% ao mês para pessoa jurídica.

Crédito pessoal e capital de giro

O banco anunciou ainda redução de até 21% nos juros do crédito pessoal. A taxa mínima era de 4,99% ao mês e agora será a partir de 2,29% ao mês.
Para capital de giro, a Caixa anunciou corte nas taxas que variam de 11% a 13%. As taxas serão a partir de 0,95% ao mês.
O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, informou que o banco terá perdas no curto prazo com a redução das taxas anunciadas nesta quarta-feira. Entretanto, a expectativa da instituição pública é de que essas perdas sejam recuperadas no médio prazo, com o aumento no número de clientes e de operações.
Guimarães ressaltou que o corte de juros de operações de crédito ocorre com base na expectativa de que o Comitê de Política Monetária (Copom) reduza a taxa Selic, que atualmente está em 6,5%.
No início da noite desta quarta-feira, o Banco Central irá anunciar o resultado da mais recente reunião do Copom. A expectativa do mercado financeiro é de que a taxa básica de juros cairá para 6,25% ou 6% ao ano.

Aplicativo para baixa renda

No mesmo evento, o presidente da Caixa anunciou nesta quarta que o banco está desenvolvendo um aplicativo de celular mais simples, voltado para clientes de baixa renda.
De acordo com o executivo, o produto deve ser lançado em até 60 dias. Por meio do app, explicou Guimarães, os clientes vão poder fazer desde operações básicas, como pagamentos de contas e transferências, até ter acesso a serviços sociais administrados pela instituição, como o Bolsa Família.


Por Fábio Amato, G1
Matéria retirada do portal Paraiba.com.br
Postado por Anne Maracajá