terça-feira, 18 de junho de 2019

Procon aciona Ministério Público para investigar formação de cartéis em postos de combustíveis de João Pessoa

A possibilidade de formação de cartéis para ditar e uniformizar os preços dos combustíveis nos postos em toda a Paraíba preocupa os órgãos fiscalizadores. Em João Pessoa, o secretário do Procon, Helton Renê, afirmou em entrevista ao programa Show da Arapuan, transmitido pela rádio nesta terça-feira (18) que vai acionar o Ministério Público para investigar o caso na cidade.
"Quem vai investigar isso é o próprio Ministério Público, com relação se há ou não alguma combinação de preços aqui na cidade de João Pessoa. Estamos fazendo nossa parte em prol da cidade e em prol dos consumidores", ressaltou Helton Renê.
Os consumidores de combustíveis têm reclamado constantemente devido ao aumento dos preços nas bombas. Os aumentos são constantes e as reduções anunciadas pela Petrobrás nas refinarias sequer é percebido, fato que descontenta os usuários.
Helton Renê afirmou que percebe em João Pessoa a atuação de algumas redes de postos, que contam com uma rede de cinco ou até dez estabelecimentos. "Estes postos, bem localizados em João Pessoa, promovem informação que o consumidor de repente tem uma visão de que os preços possam estar unificados. Quando na verdade fazem parte de uma rede só de postos em João Pessoa", assinalou o secretário do Procon-JP.
De acordo ainda com Helton Renê, o órgão fiscalizador pretende também avaliar as condições da Petrobrás e as denúncias de que não são repassados os reajustes através das suas distribuidoras. Em uma reunião feita pelo Procon com os donos de postos, Helton Renê destacou que "foram trazidos documentos probatórios, e-mail de donos de postos solicitando aquela diminuição tão propagada pela Petrobrás e tiveram como 'calado' a resposta por parte de algumas distribuidoras".
Em Campina Grande tramita uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) investigando justamente a possibilidade de formação de cartel nos postos de combustíveis da cidade. Nesta segunda-feira (17) o coordenador do Procon-CG, Rivaldo Rodrigues, apresentou planilhas com o resultado de fiscalizações que apontam os indícios de cartéis.

Fonte Redação ClickPB
Matéria retirada do portal ClickPB
Foto: Walla Santos
Postado por Anne Maracajá

Nenhum comentário:
Write Comments

Full-Width Version

false
Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter