terça-feira, 9 de abril de 2019

Moacir garante que filiações no PSL continuam e líder de Movimento diz que deputado está sendo vítima de autoritarismo de Julian Lemos

Após entrar em “rota de colisão” com o deputado federal Julian Lemos (PSL), o deputado estadual Moacir Rodrigues, garantiu que as filiações no PSL continuam, em toda a Paraíba, e que a ideia é estruturar o partido com o Movimento de Direita para as eleições de 2020, Ele reafirmou que a comissão provisória “caducou”, e que por isso, a legenda precisa ser reestruturada com a instalação de Diretórios Municipais e Estadual.
Moacir e Julian Lemos, trocaram farpas nessa segunda-feira, após a filiação de novos integrantes do partido em Campina Grande. Juliam Lemos desautorizou o processo de filiação e chamou o deputado estadual de deserto. O parlamentar que é irmão do prefeito Romero Rodrigues (PSDB), reagiu, e chamou a postura de Julian como sendo "burrice e antidemocrática.. Moacir enfatizou que a Constituição Federal garante aos brasileiros, a liberdade de expressão e de organização. 
"As filiações no PSL continuam. O Movimento de Direita vai se filiar ao partido. Vamos preparar o PSL para as eleições de 2020" afirmou.
 
O Líder do Movimento Brasil Conservador PB e Direita Campina Grande, Thiago Melo, saiu em defesa de Moacir e disse que Julian Lemos não é a única liderança de direita na Paraíba. Em nota, ele questionou “como alguém pode ser contra algo que beneficia o todo e o crescimento da legenda com um maior número de militantes”.
 
“Não há lógica! Não restam dúvidas de que o PSL- PB está acéfalo, visto que as comissões provisórias não são mais válidas por lei”, afirmou.
Thiago Melo disse que o deputado Moacir Rodrigues está sendo vítima de um autoritarismo instaurado dentro do partido aqui na Paraíba, que vem ocorrendo desde o pleito eleitoral, e esse fato vem sendo questionado por vários amigos que estiveram envolvidos diretamente na campanha do presidente Jair Bolsonaro.
 
Ele lembrou que a reunião foi convocada pela suplente de deputada e ex Presidente do PSL Mulher-PB, a Sammara Aguiar, e que na ocasião não foram tratados de assuntos referentes as eleições internas no partido.
 
“ Foram tratadas, apenas, ações da direita e comentários sobre o nosso governo. O seu posicionamento, deputado Julian Lemos, torna bem claro o autoritarismo com o qual o senhor age e seu equívoco sobre o deputado Moacir, que estava ali apenas como convidado”, afirmou.
 
Ele ressaltou que além de Moacir, também estavam presentes os vereadores de João Pessoa, Carlão (DC) e Eliza Virgínia (PP).
“Então, se havia uma pluralidade de autoridades de partidos diferentes e amigos líderes da direita no estado, na reunião convocada por Sammara em sua residência, obviamente, não tinha nenhum movimento partidário acontecendo naquele local”, afirmou Thiago Melo.

Fonte: PB Agora
Postado por Juarez Neto

Nenhum comentário:
Write Comments

Full-Width Version

false
Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter