sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

Vené volta a acusar prefeito de CG de estelionato eleitoral

Senador diplomado pela Paraíba, o deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PSB), voltou a criticar a gestão do prefeito Romero Rodrigues (PSDB) em Campina Grande, e acusou o prefeito de estelionato eleitoral.
Segundo o parlamentar, as obras que existem atualmente em Campina Grande são frutos das emendas e recursos do Governo Federal. Para ele, a “incompetência de Romero é tamanha”, a culminar na perda de recursos que foram empenhados para a cidade, tanto para o São João, como para a Feira Central.
– O que é essa gestão, senão um grande estelionato eleitoral? O prefeito praticou o maior estelionato eleitoral já visto em uma cidade, quando enganou 30 mil pessoas, listando-as para serem beneficiárias do conjunto Aluízio Campos, obra do governo Dilma Rousseff, não entregando-as. Campina foi enganada. Em 2016 foi utilizado [Aluízio Campos] como massa de manobra. E em 2020 o Aluízio Campos vai ser utilizado de novo como instrumento – criticou.
Veneziano indagou sobre a construção do Hospital da Criança, prometido pelo prefeito tucano, afirmando que a alusão a unidade hospitalar só é vista nas páginas policiais dos jornais, quando noticiam a morte de crianças.
– No ano de 2017 ele disse que com as reservas feitas da absurda parceria com uma agência que faz o São João de Campina Grande iria inaugurar o Hospital da Criança. Onde está o Hospital de Criança? Hoje o Hospital da Criança é referência nas páginas policiais, quando crianças perdem vidas por falta de apoio, por falta de instrumentos, por falta de condições, por omissão e negligência. A maternidade Elpídio de Almeida da mesma forma. A administração de Campina vive única e exclusivamente na dependência do que é transferido pelo governo federal – reprovou.
O parlamentar chamou o Romero de “incompetente” e acusou o gestor de deixar de abrir as creches no municípios.
– No nosso tempo não desperdiçávamos ou deixávamos de abrir creches. Nós abrimos mais de três mil vagas e hoje o prefeito Romero Rodrigues tinha seis creches praticamente prontas para serem entregues e só entregou uma – condenou.
Por fim, Veneziano frisou que Romero tem dor de cotovelo por não ter feito obras relevantes.
– Compreendemos a dor de cotovelo, porque daqui a dois anos, vai terminar a gestão e ter um prefeito que se apresentava como humilde e não tem nada de humilde, que se apresentava como competente e a marca maior dele é a incompetência, que se apresentava como verdadeiro e a segunda maior marca é o de ser mentiroso – finalizou.
As declarações repercutiram na Rádio Correio FM.

Fonte: PB Agora
Postado por Juarez Neto

Nenhum comentário:
Write comentários
Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter