sexta-feira, 30 de novembro de 2018

“Vereadores foram induzidos a erro”, diz Vitor Hugo sobre eleição de Geusa

O prefeito interino de Cabedelo, Vitor Hugo (PRB), afirmou que ainda nesta sexta-feira (30), entrará com um mandado de segurança para anular a votação de um projeto de Resolução que elegeu Geusa Ribeiro (PRB) para presidente da Câmara Municipal no segundo biênio. Para ele, a ação apresenta vários erros e, portanto, o caso vai parar na Justiça.
“Nós agora vamos judicializar a ação porque está cheia de vícios e algo errado. Jamais a Câmara deveria declarar que ela iria ser a presidente e ocupar cargos em uma eleição já feita anteriormente. Já estamos entrando com um mandato de Segurança para essa aberração na Câmara feita pela vereadora Geusa”, destacou.
Ainda de acordo com Vitor Hugo, os vereadores foram levados ao erro ao aprovarem a matéria no momento que todos os projetos estavam sendo votados na Casa. O vereador alega que os parlamentares votaram um projeto que não estava na Casa.
“Como foi uma votação em bloco, tarde da noite e com os vereadores cansados, acabaram votando. Eles, simplesmente votaram algo que não existia e foram à delegacia e entraram com ação no Ministério Público. Eu tenho certeza que a verdade prevalecerá sempre e a vereadora Geusa, o vereador José  Eudes  (PTB) e o procurador da Câmara irão pagar pelo crime que cometeram”, destacou.
Roberto Targino e Albemar Santos – MaisPB


BORGES NETO SE LIGA PARAÍBA

Nenhum comentário:
Write comentários
Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter