terça-feira, 16 de outubro de 2018

Manuela d'Ávila desmente ‘fake news’ de que não acreditaria em Deus: "Sou católica e cristã"

A tese de que a vice do presidenciável Fernando Haddad (PT), Manuela d’Ávila, não acreditaria em Deus é uma das principais motivações, até hoje, para que alguns eleitores do adversário, Jair Bolsonaro (PSL) rejeitem a candidatura apoiada pela esquerda brasileira. Todavia a informação se trata de mais um ‘fake news’.
Em entrevista nesta terça-feira (16), ao Sistema Arapuan de Comunicação, uma emissora paraibana, a candidata a vice, mais uma vez, não apenas desmentiu a disseminação da notícia falsa, que foi tratada como verdade, até mesmo por emissoras de TV que apoiam o candidato do PSL, como também ratificou que, assim como muitos brasileiros, também é cristã e católica, porém com o respeito ao contraditório e a quem pensa diferente dela.
Segundo a candidata a vice, o boato surgiu após uma ‘pincelada’ feita em uma declaração dada por ela, que defende àqueles que têm outras religiões e que pensam diferente dela, e que levou muitos brasileiros a uma interpretação distorcia e a julgamentos precipitados.
“Vocês vejam a gravidade e a disseminação das mentiras dos nossos adversários. Quem deveria estar esclarecendo são os que mentem e não os que são vítimas das fake News. O vídeo que deu origem a toda essa mentirada deles caiu nas redes sociais é bastante claro. A primeira frase que eu digo, ainda em março desse ano, em entrevista que durou quase duas horas concedida à revista IstoÉ, eles me perguntam sobre o tema da laicidade do Estado e eu começo dizendo que eu sou cristã, sou católica,mas, e aqueles que não são? O que fazer com o adventista que precisa ter respeitado o seu direito a partir do final da tarde da sexta-feira? Como fazer com o judeu? Como fazer com alguém de religião de matriz afro-brasileira? Então eu manifesto a minha religião e problematizo que a religião é algo de foro íntimo e que não deve pautar as ações do Estado, que é o que eu acredito, a fim de que a gente preserve a liberdade religiosa e o direito a todos de manifestarem sua religião, independentemente de qual seja”, disse.
Manuela assegurou que vídeo foi montado para tentar levar o eleitor ao ódio, ao preconceito e a rejeição, disseminando um fato mentiroso de que ela não acreditaria em Deus sendo, até mesmo, propagado por emissoras de TV.
“Infelizmente os adversários constroem o vídeo falso, propagam em uma emissora de TV que apoia o nosso adversário e a população passa a achar que é verdade. É algo absolutamente insano o que estamos vivendo no Brasil. Mas é bom alarmar as pessoas que o cristianismo, em João, está escrito, literalmente, que o diabo é pai de toda mentira. Os cristãos, eles não são movidos pelo sentimento de ódio. O ensinamento máximo de Jesus, no novo testamento, diz para amar uns aos outros como ele nos amou (...) Eles mentem a nosso respeito para que eles não mostrem o projeto deles”, explicou.
Outra mentira que ronda a candidata a vice é uma postagem falsa em que ela estaria usando uma blusa com a frase “Jesus é Travesti”, quando na verdade a imagem se tratava de uma montagem, visto que a frase correta existente na frase era “Rebele-se”.
PB Agora

BORGES NETO SE LIGA PARAÍBA

Nenhum comentário:
Write comentários
Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter