segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Cientista político analisa 'fake news' no pleito: 'levam a idiotização do eleitor'

O professor, cientista político e chefe do departamento de Direito da UEPB, Agassiz Almeida Filho, fez uma análise a respeito das notícias falsas muito difundidas nas eleições deste ano. Para o cientista, as redes sociais tiveram uma nota 9, de 10 na influência política das eleições.
"As redes sociais levam as fake news, que levam a idiotização do eleitor", disse. Para Agassiz, falta capacidade para entender o que está acontecendo e isso quebra o princípio básico que o eleitor se identifica com o candidato e o apóia, "que é a lógica do sistema democrático liberal e vinha sendo aplicada até agora, mas mudou. Hoje você está firmando sua posição através de perspectivas que não correspondem à realidade", disse.
O professor disse que aplaude quem tenta esclarecer as notícias falsas, mas não vê como combatê-las pelo aspecto emocional ligado à presença das pessoas nas redes sociais.
Experiência empírica - Agassiz disse que a experienciou durante a greve dos caminhoneiros, participar de grupos de whatsapp de extrema direita. "Me deixou horrorizado, nazistas e facistas com convites soltos. É um bombardeio mental, a pessoa pula de um grupo para o outro e se descola da humanidade, mergulha de cabeça naquele ambiente e, o jovem, em vez de ir namorar, parte para a violência gratuita", disse.
Para ele, essa questão só vai mudar quando o cidadão se conscientizar que ele está sendo enganado, não vai dar tempo de acontecer até as eleições, que vão ser dominadas pela mentira, infâmia e notícias absurdas.
O professor também comentou que muitas pessoas acreditam que o comunismo vai se instalar no Brasil e explicou que esse sistema não existe em nenhum lugar das Américas. 
Com informações da Band News Manaíra. 

PARAÍBA.COM


BORGES NETO SE LIGA PARAÍBA

Nenhum comentário:
Write comentários
Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter