quinta-feira, 25 de outubro de 2018

Após polêmica, procurador adjunto de JP desiste de concorrer em concurso do órgão

Rodrigo Clemente de Brito Pereira, procurador adjunto de João Pessoa, anunciou nesta quinta-feira (25) através de suas redes sociais a desistência do concurso da Procuradoria-Geral do Município. Alguns concorrentes do certame criticaram nas redes sociais a inscrição dele, que atua na Procuradoria-Geral do Município.
Também renunciaram da concorrência às vagas a sua esposa, Adrielly Fernandes Braga de Morais, e a irmã de Rodrigo, Marília Clemente de Brito Pereira. Eles explicaram no documento que concurso “por compreender que a possível judicialização da questão relativa ao seu legítimo direito de concorrer no presente certame poderia trazer prejuízos à Administração Pública, em razão da eventual suspensão do concurso e do atraso na necessária contratação de mais Procuradores do Município”.
De acordo com o procurador-geral da Prefeitura de João Pessoa, Adelmar Régis, afirmou que Rodrigo não participou de nenhum ato em relação ao concurso. “As atas e as questões da comissão organizadora só quem tem acesso é a comissão organizadora. São sigilosos”, declarou Adelmar. A comissão organizadora é formada por Adelmar Régis, mais três procuradores de carreira e representantes da OAB.
O Ministério Público de Contas, ligado ao Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) pediu esclarecimentos ao procurador-geral de João Pessoa, Adelmar Azevedo Régis.
CLICKPB


BORGES NETO SE LIGA PARAÍBA

Nenhum comentário:
Write comentários
Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter