terça-feira, 4 de setembro de 2018

Cássio Cunha Lima defende redução da máquina pública

Cássio Cunha Lima defende redução da máquina pública
O candidato à reeleição, senador Cássio Cunha Lima, foi, por sorteio da emissora, o primeiro entrevistado da Rádio CBN na manhã desta segunda-feira (03).  Ele tornou a defender o fim de privilégios, afirmou ser contra qualquer aumento de impostos e falou da importância de se diminuir o tamanho da máquina pública brasileira.

Previdência - Cássio explicou que a Reforma da Previdência ainda não chegou ao Congresso e que, por esta razão, não foi votada. Lembrou que, como deputado constituinte, foi o autor de dispositivo que aumentou de meio para um salário mínimo a aposentadoria do trabalhador do campo e também do dispositivo que reduziu em cinco anos a idade mínima para a aposentadoria de trabalhadores rurais.

“Já disse e repito que não existe a menor possibilidade de que eu vote contra direitos que eu mesmo propus na Constituição. Então voto contra qualquer retirada de direitos, aumento de idade ou diminuição do valor da aposentadoria do trabalhador rural.”

Gigantismo do Estado - O senador também disse que na Reforma da Previdência será necessário repensar o gigantismo do Estado e os privilégios daqueles que estão na ponta da pirâmide dos Três Poderes.

“É preciso cortar privilégios. E os privilégios estão de cima para baixo. É aí que devemos mexer. Não podemos tirar mais de quem tem menos. Não apenas pelo exemplo pedagógico da medida, mas para que não se estimule mais injustiça social.”

Emprego - Segundo Cássio, o país precisa voltar a criar empregos e, para isso acontecer, é necessário que o Estado tire a “mão pesada sobre quem produz”.

“É preciso menos governo e mais Brasil” – sintetizou o senador.
 PB Agora
Certificado digital mais barato para advogados e contadores.

PB AGORA

Nenhum comentário:
Write comentários
Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter