quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

Prefeitura de Cacimba de Dentro prorroga inscrições e altera data de provas do concurso público

Concurso de Cacimba de Dentro tem inscrições prorrogadas (Foto: Reprodução)

A Prefeitura de Cacimba de Dentro prorrogou o prazo de inscrições para o concurso.De acordo com a última retificação feita ao edital do certame, os interessados podem se inscrever até o dia 7 de janeiro de 2020, no site da organizadora.
A data para realização das provas objetivas também mudou, elas serão aplicadas no dia 16 de fevereiro do próximo ano.
A taxa de inscrição custa R$ 65 para cargos de nível fundamental, R$ 85 para cargos de nível médio ou técnico e R$ 105 para cargos de nível superior.Já os boletos bancários referentes aos pagamentos das taxas de inscrição poderão ser pagos até o dia 8 de janeiro. 
No concurso são oferecidas 71 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários variam de R$ 998 a R$ 10 mil.
De acordo com o edital, o cargo com mais vagas é o de gari, com 10 oportunidades para pessoas com ensino fundamental incompleto, sendo duas para pessoas com deficiência. Já o cargo com maior salário é o de médico do ESF, com quatro vagas para graduados em medicina com registro no CRM.
Fonte: Redação ClickPB
Matéria retirada do portal ClickPB
Postado por Juarez Neto

Prefeito baixa decreto e fixa preço do quilo da carne a R$ 12 com osso e R$ 15 sem osso

Prefeito decidiu fixar preço da carne (Foto: Reprodução)

Inconformado com a alta dos preços, o prefeito de Lago Verde, no interior do Maranhão, Francisco Clidenor (Cidadania), baixou decreto e fixou os valores para venda da carne nos açougues da cidade que agora custam R$ 12 o quilo com osso e R$ 15 sem osso.
Segundo reportagem do jornal O Estado de S.Paulo, o secretário de Fazenda do município, Geyson Aragão, afirma que é “questão cultural” ter apenas dois preços para a carne nos oito açougues da cidade.
Ele disse que o preço – o mesmo cobrado em todos os açougues – sempre foi decidido em reuniões, nunca por decreto e diz ter se espantado com a decisão do prefeito.
Segundo ele, o aumento do preço da carne na cidade não está ligado à alta que ocorre no país, já que Lago Verde tem grandes fazendas de gado em seu entorno.
“Conversei com os donos de açougue, e não está tendo boi. Os criadores não vendem a carne. E quando vendem, é com um preço alto. Por isso os açougueiros não conseguem baixar o preço”, disse o secretário ao Estadão.
Fonte: Revista Fórum
Matéria retirada do portal ClickPB
Postado por Juarez Neto

TSE cassa mandato da senadora Selma Arruda, a Moro de saias

Selma Arruda deixou de ser juíza para concorrer às eleições pelo PSL (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Por 6 votos a 1, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu hoje (10) cassar o mandato da senadora Selma Arruda (Podemos-MT) por abuso de poder econômico e caixa dois nas eleições do ano passado. Conhecida como Juíza Selma, a parlamentar aposentou-se da magistratura e concorreu ao cargo pelo PSL.
Com a decisão, novas eleições para o cargo deverão ser convocadas pela Justiça Eleitoral de Mato Grosso, cuja data ainda será definida. A cassação também atinge o primeiro e o segundo suplentes, Gilberto Possamai e Clerie Fabiana. A parlamentar pode recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar suspender a cassação.
Em abril, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Mato Grosso cassou o mandato da senadora pela suposta omissão de R$ 1,2 milhão na prestação de contas da campanha do ano passado. Porém, Selma Arruda e seus suplentes recorreram ao TSE.
Na terça-feira (3), ao iniciar o julgamento do recurso da parlamentar, o relator, ministro Og Fernandes, votou pela cassação da chapa por entender que houve diversas irregularidades na campanha, como recebimentos e despesas “por dentro e por fora” que não constaram na contabilidade, além de propaganda e gastos fora do período eleitoral.
Na sessão de hoje, o ministro Luís Felipe Salomão acompanhou o relator e disse que as provas que constam no processo mostram que mais de 70% dos recursos da campanha não tiveram escrituração contábil, obrigatória por lei. Para o ministro, a irregularidade, desequilibrou a disputa com os concorrentes. "São fatos gravosos, entre tantos que foram anexados aos autos", disse o ministro.
Em seguida, os ministros Tarcísio Vieira, Sergio Banhos, Luís Roberto Barroso, e a presidente, Rosa Weber, também votaram pela cassação.
Em seu voto, Barroso disse que há "muitos interesses" na perda do mandato da ex-juíza, mas não são esses interesses que estão sendo julgados pelo TSE. "É impossível negar que esses fatos [irregularidades] contrariam a legislação e contrariam a jurisprudência, caracterizando abuso de poder econômico", disse.
Edson Fachin divergiu da maioria e entendeu que as irregularidades não são suficientes para autorizar a cassação.
No primeiro dia de julgamento, o advogado Gustavo Bonini Guedes, representante da senadora, afirmou que a parlamentar não praticou caixa dois e abuso de poder econômico.
"A senador Selma Arruda foi eleita com base nas plataformas de combate à corrupção, que sempre defendeu como juíza no Mato Grosso, determinado a prisão de presidente da Assembleia Legislativa e ex-governador", disse a defesa.
Fonte: André Richter/Agência Brasil
Matéria retirada do portal ClickPB
Postado por Juarez Neto

Homem suspeito de matar ex-namorada com tiro na cabeça é preso na PB


A Polícia Civil prendeu um homem suspeito de matar a ex-namorada com um tiro na cabeça na cidade de São Bento. Após realizar a prisão, a polícia ainda encontrou na casa do suspeito uma fábrica clandestina de água mineral.
A vítima, Francivalda Lopes, chegou a ser socorrida e levada para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos.
Recai sobre o suspeito o crime de feminicídio. De acordo com o delegado Seccional Sylvio Rabello após o término do relacionamento, o homem, inconformado ameaçava a vítima.
Na casa do suspeito foram encontradas falsificações de lacres, selos e outros objetos. Ele foi autuado por falsificar, corromper, adulterar produto destinado a consumo, inclusive fabricando e expondo à venda, além de crimes contra a ordem econômica e tributária.
O homem foi encaminhado para a Delegacia de Polícia para os procedimentos de praxe.

Fonte: Redação Paraíba.com.br

Matéria retirada do portal Paraíba.com.br
Postado por Juarez Neto

“Estou vivo”, diz Dom Aldo após virar, pela 2ª vez, alvo de boato sobre morte


Em um áudio enviado pelas redes sociais, o arcebispo emérito da Paraíba, Dom Aldo Pagotto desmente as notícias que davam conta da sua morte.
Na fala, Dom Aldo diz que depois do boato passou a receber inúmeras ligações com pessoas preocupadas que buscavam checar a informação.
“Graças a Deus eu estou vivo,  com saúde e paz no coração, eu só tenho que agradecer a Deus e a Nossa Senhora pela minha saúde” disse.
Dom Aldo passou recentemente por um transplante de medula, mas que este foi bem sucedido e ele está se recuperando.
Atualmente Dom Aldo mora no Ceará.
Fonte: Redação PB Agora
Matéria retirada do portal PB Agora
Postado por Juarez Neto

Mulher morre após levar tiro na cabeça enquanto pilotava moto, na PB


Uma mulher morreu nesssa terça-feira (10) na cidade de São Bento, Sertão paraibano, após ser atingida por um tiro na cabeça.
O fato aconteceu no bairro São Bernardo no momento em que a mulher pilotava uma moto nas proximidades de um espetinho.
A vítima foi socorrida em estado grave para o hospital da cidade, mas não resistiu ao ferimento.
Apesar das diligências realizadas pela polícia, nenhum suspeito foi preso. A autoria e motivação do crime estão sendo investigadas.
Fonte: Redação PB Agora
Matéria retirada do portal PB Agora
Postado por Juarez Neto

Baixa: prefeita de Mamanguape confirma afastamento político de Ricardo Barbosa, mas faz mistério sobre motivos


A prefeita Eunice Pessoa, da cidade de Mamanguape, revelou que não faz mais parte da base de apoio ao deputado estadual Ricardo Barbosa. Ela estava apoiando o parlamentar desde 2017.
Eunice é da ala do PSB que a apoia o ex-governador Ricardo Coutinho, ao contrário de Barbosa que no imbróglio ocorrido dentro da sigla na Paraíba, escolheu o lado do atual governador João Azevêdo.
Mas pelo visto, não é a proximidade com Coutinho que fez a prefeita anunciar o rompimento com Barbosa, haja vista ela também declarou que deve sair do PSB.
“Eu acho que vou sair por gravidade, porque se eu não sair vão me colocar pra fora, né?”, questionou.
Quanto à parceria com Barbosa a prefeita disse que compromissos políticos não têm prazo de validade e ironizou:
“Não falta em quem votar. Né verdade?”
Apesar das revelações, Eunice não deu pistas de qual será o seu futuro partidário.
Fonte: Redação PB Agora
Matéria retirada do Portal PB Agora
Postado por Juarez Neto

PMJP autoriza nova etapa das obras de proteção da Barreira

Foto: Divulgação/Secom-JP

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, autoriza, na manhã desta quarta-feira (11), o início da segunda etapa da histórica obra de proteção da Falésia do Cabo Branco.
Paralelo às obras da drenagem (primeira etapa do projeto), que estão sendo executadas com recursos próprios na parte de cima da barreira e considerada a parte mais importante na área continental, o projeto desenvolvido pela Secretaria de Planejamento (Seplan) tem continuidade agora com o enrocamento. Ou seja, a colocação de rochas no sopé da barreira para evitar que o mar a atinja e continue provocando sua erosão.
Essa segunda etapa é fruto do projeto idealizado e apresentado ao Ministério do Desenvolvimento Regional, que já foi aprovado e contou com o apoio da bancada federal para a liberação dos recursos.
Fonte: MaisPB
Matéria retirada do portal MaisPB
Postado por Juarez Neto

Projeto de Lei Complementar da Previdência volta à CCJ nesta quarta-feira

Deputados discutindo PEC da Previdência, na CCJ (Foto: Maurílio Júnior/MaisPB)

Deputados divergiram, nesta terça-feira (10), sobre o adiamento a apreciação do Projeto de Lei Complementar (PLC) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) que altera o regime previdenciário no Estado.
A deputada estadual e membro titular da CCJ, Camila Toscano (PSDB), que foi a responsável pelo pedido de vistas da pauta, disse discordar da maneira como o PLC está sendo colocado na Casa Epitácio Pessoa.
“Primeiro, discordo da forma como está sendo posta, de colocar na CCJ passando por cima de todo nosso regimento. Outra, é um projeto que ficou por um ano sendo debatido no Congresso Nacional, não há sentido chegar nesta Casa e com menos de 24 horas querer votar votar uma reforma da Previdência”, justificou ao Hora H.
Camila também destacou que, como deputada, tem “responsabilidade e precisa saber o que está sendo votado”.
O líder do Governo, Ricardo Barbosa (PSB), minimizou o adiantamento e disse que a ação faz parte do procedimento legal, mas que amanhã a pauta deve ser aprovada na CCJ.
“O adiamento faz parte do procedimento legislativo. É regimental a solicitação de vistas a qualquer deputado membro da comissão e foi solicitado, teremos uma nova votação e tentaremos aprovar na CCJ amanhã”, revelou o parlamentar.
Sobre o tempo de tramitação do projeto, motivo de crítica da oposição, Barbosa alegou que a aprovação se dará quando tiver a maioria: “O Governo quer aprovar a reforma, se tivermos maioria para isso, vamos fazê-lo. Se são 48 horas, 72 horas, dois meses, o processo é quem ditará”, disse.
A presidente da CCJ, Pollyanna Dutra (PSB), também minimizou afirmando que a matéria pode ser analisada ainda este mês.
“Ainda temos o mês inteiro de dezembro para analisar as matérias, na CCJ só avaliamos a constitucionalidade, juricidade e técnica legislativa que perfeitamente esses projeto atende aos pré-requisitos”, disse.
Entenda:
A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) apreciou, nesta terça-feira (10), o Projeto de Lei Complementar que altera o regime previdenciário no Estado. Tema polêmico dividiu a opinião dos deputados presentes na Assembleia Legislativa, que divergiram sobre a votação acontecer hoje.
Fonte: MaisPB
Matéria retirada do portal MaisPB
Postado por Juarez Neto

Inquérito apura irregularidades em programa federal na Paraíba

Foto: Divulgação

Um novo procedimento aberto pelo Ministério Público Federal na Paraíba (MPF-PB) apura em Sebastião do Umbuzeiro, no Cariri do estado, supostas irregularidades em inscrições no programa Minha Casa Minha Vida, de imóveis que compõem um Conjunto Habitacional.
O inquérito civil público tem um ano para conclusão das investigações e foi assinado pelo procurador da República, Marcos Alexandre Bezerra.
Não é a primeira vez neste ano que o MPF-PB abre procedimentos que miram a execução do ‘Minha Casa Minha Vida’. Em julho, o órgão abriu um inquérito civil público para apurar situação de irregularidade em Cubati. Em outubro, foi a vez das prefeituras de Nova Floresta e Sossego. Em João Pessoa, também foi aberto um procedimento para apurar eventuais irregularidades no empreendimento Nice de Oliveira, no Bairro de Paratibe.
Fonte: MaisPB
Matéria retirada do portal MaisPB
Postado por Juarez Neto

Full-Width Version

false
Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter